Até Rebecca Bauer Ritz Leia sexo e o vinho…

por Terça-feira, Janeiro de 29, 2013

Leggo su Dissapore:

Na Itália, mais de um terço dos que trabalham no vinho é mulher. Isto é confirmado pela presença no mercado de 115 mil mulheres segurando as adegas de vinho, igual a 30% do total. E também atesta a forte presença das mulheres nas áreas de marketing e comunicação relacionadas com vinho. Inoltre secondo il Beverage Information Group, le donne rappresentano l’58,1 % dei compratori a partire dal 2011.

E allora chi sta considerando di ridisegnare l’etichetta di un proprio vino non deve prescindere da alcuni suggerimenti che, Rebecca Bauer Ritz ha raccolto in suo articolo per il Midwest Wine Press, dal titolo “Le donne preferiscono vini con una storia da raccontare”. La giornalista-blogger riportando le dichiarazioni di Liz Thach insegnante di enologia presso la Sonoma State University’s School of Business and Economics in California, spiega che secondo un loro studio “mentre gli uomini sono più influenzati da giudizi autorevoli e dal prestigio di marchi, le donne sono più preoccupate dell’esperienza sociale di bere vino e dalle storie che si celano “dietro” le bottiglie. Gli uomini collezionano il vino, le donne lo condividono, gli uomini usano il vino per impressionare gli altri, mentre le donne lo usano per creare ricordi.

Maldito… Mi ricorda qualcosaPrendo il mio Sex and the wine e leggo la seconda di copertina (o patella):

Há uma nova geração de mulheres que têm uma relação muito especial com vinho. É o amante do vinho, o vinho apaixonado. Para eles um copo de vinho tinto, branco ou espumante não é apenas um prazer, Mas também uma forma de se expressar, da mesma forma como um vestido, um batom, um esmalte, um par de sapatos. Um dia você se sentir como um truque água e sabão, são jeans e t-shirts e beber um Sauvignon Blanc da África do Sul. Outro dia você acorda se sente uma femme fatale e, junto com seu Gucci incompreensível, Quer um aperitivo de glamour feito com Laurent-Perrier. Para o vinho amante é sensualidade vinho, malícia, Mas mesmo uma noite entre amigos, ou sozinho em casa na companhia de um bom livro ou um episódio de Sex and the city. Perché il vino per le donne ha lo stesso valore di una canzone, uma vela acesa, de um poema, aquela lingerie comprada especificamente para a primeira nomeação, a gota de perfume no pescoço maliciosamente massa. Aqui é, Este é o vinho que as mulheres querem. Quem sabe como contar uma história, dele ou a sua não importa. O importante é tão real e cheio de paixão. Então, Sexo e o vinho – A outra metade do vinho com seus cinco protagonistas – Cleo, Zoe, Giulia, Alessandra e Alice – propõe um novo movimento, que mulheres que são mais apaixonados por vinho e comida, e são sexy para isto; Outro ponto de vista, mais glamour e emocional, em relação a comida e vinho. Mas ele também fala de amor, maridos, crianças, clichês, difícil de encontrar no mundo complicado dos trabalhos, crise pessoal e do profundo valor da amizade.

Um romance bebe literalmente tudo em um só fôlego e saborear até a última página.

 

0
1 Resposta
  • Serena Chambers
    Fevereiro 21, 2013

    Eu descobri “sex and the winedurante una breve vacanza a Cstellare de’ Ripa Relais Colle Del Sole,nella stanza che mi era stata destinata, e devo ammettere che anche questo piacevolissimo romanzo ha contribuito a rendere il mio soggiorno lì speciale. Dopo averlo letto tutto d’un fiato, l’ho regalato a mia cugina, che condivide la mia passione per il vino e l’ho pubblicizzato. Complimenti Francesca!

O que você acha?

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *